PALAVRA DO PRESIDENTE

DEMISSÕES NO PRAIAMAR: Sem acordo, Sindehotéis solicitará mediação no Ministério Público do Trabalho

 

A Direção do Sindehotéis reuniu nesta segunda-feira (24), com os trabalhadores demitidos do Praiamar Hotel para tratar do pagamento das verbas rescisórias que já estão em atraso há mais de 30 dias.

No dia 20 de agosto os sindicalistas reuniram com a administração do Praiamar no intuito de resolver a pendência amigavelmente, oportunidade em que os representantes do Hotel realizaram proposta de parcelamento da dívida.

Agora, depois de analisar a proposta e ouvir os trabalhadores envolvidos, a diretoria do Sindehotéis decidiu encaminhar pedido de mediação junto ao Ministério Público do Trabalho – MPT, visto o desrespeito da legislação trabalhista.

“Nossa ideia é tentar firmar um Termo de Compromisso com o hotel através da mediação do MPT, já que os trabalhadores não podem sair prejudicados de forma alguma no recebimento dos seus direitos”, disse Luiz Henrique, presidente do Sindehotéis.

A diretora de finanças do sindicato, Ana Mendonça, também participou da reunião. Para ela, é inaceitável deixar pais e mães de famílias, pessoas que dão suas vidas pelo trabalho, sem o recebimento de suas verbas fato que prejudica ao final, também, o recebimento do seguro desemprego.

 

Imprensa Sindehotéis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *