Pela segunda vez, SEHAMA não comparece à mediação no Ministério do Trabalho

IMG-20170525-WA0024

A falta de respeito e a inércia do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação do Maranhão (Sehama) mostrou, mais uma vez, que a classe trabalhadora jamais foi prioridade nas discussões salariais. Em resposta a mão de obra dedicada dos trabalhadores, o Sindicato Patronal, para variar, não comparece a mediação no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) com a diretoria do Sindehotéis e posterga a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho CCT 2017/2018.

Tentando dialogar e encontrar uma solução imediata sobre o reajuste salarial da categoria, a diretoria do Sindehotéis gestão “Fortalecendo a Luta” estar totalmente aberta as negociações e a inteira disposição para discutir todos os pontos necessários no intuito de chegar a um acordo. Os trabalhadores de hospedagem e alimentação pleiteiam um percentual de 12% de reajuste salarial, no entanto, querem pelo menos uma satisfação da insensível entidade patronal.

Segundo Luiz Henrique Pereira da Silva, presidente do Sindehotéis, é a segunda vez que o Sindicato Patronal não comparece a mediação, deixando a categoria sem respostas em relação ao percentual de reajuste aprovado em assembleia.

“Saímos de mais uma mediação sem respostas devido a incomplacência do Sindicato Patronal na pessoa do presidente Paulo Humberto de Aguiar Carneiro Coelho. O Setor empresarial parece não estar preocupado com a classe trabalhista. Na verdade, é um verdadeiro descaso dos patrões que almejam somente os lucros e a mão de obra dos trabalhadores. Queremos uma posição concreta”, declarou o presidente do sindicato hoteleiro.

O Sindehotéis repudia a atitude omissa e leviana do Sindicato Empresarial no que diz respeito ao reajuste da categoria. O Sindehotéis estará à disposição para uma nova mediação no Ministério do Trabalho com Sehama. “Estamos abertos às negociações e queremos chegar a um acordo de imediato. O que não vamos admitir é a ausência do Sindicato Patronal nas mediações”, concluiu Luiz Henrique.

Também esteve presente as diretoras do Sindehotéis Ana Mendonça Silva e Maria Raimunda Martins, além da assessora jurídica da entidade, Celeste Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *