Categoria tem atendimento gratuito com advogados na sede do Sindehotéis

servidorImages_copy

Dentre uma série de vantagens oferecidas pelo Sindehotéis, gestão “Fortalecendo a Luta” à categoria, tem-se a assessoria jurídica, que disponibiliza os serviços de consultoria, assessoria e advocacia (com o ajuizamento de ações na Justiça, propriamente dito).  O atendimento jurídico funciona na sede do Sindehotéis, localizado na Casa do Trabalhador, sala 202, Calhau. A equipe é composta por quatro advogados gabaritados, que atuam nas áreas: trabalhista, criminal, consumidor e família.

O atendimento acontece todas as segundas e sextas-feiras, pela manhã. Tem direito ao serviço todos os trabalhadores do setor de hospedagem, gastronomia, refeições coletivas, turismo e casas de diversão dos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar. O trabalhador que precisar da orientação de um advogado, basta procurar o Sindehotéis, nos dias citados acima, munidos dos documentos pessoais. Se for questão trabalhista, é necessário levar também, além do RG e CPF, carteira de trabalho, contracheque e o extrato do FGTS.

O advogado Marco Aurélio Carneiro, que compõe a equipe da assessoria jurídica do Sindehotéis, explicou o trabalho desenvolvido e o benefício aos associados. “O atendimento é para a categoria. Aqui é proibido fazer qualquer tipo de cobrança no atendimento. O que a gente estabelece é: se houver sucesso na causa com alguma indenização, o trabalhador paga os honorários ao advogado. Vale destacar que quem é associado tem um preço diferenciado de quem não é. Para os associados, cobramos um percentual menor do que o mercado cobra hoje” destacou.

A procura maior no setor jurídico da entidade sindical, segundo o advogado, é por questões trabalhistas. Ele explicou que no 1º atendimento dessa causa específica, quando há pagamento de verbas rescisórias, os trabalhadores passam por uma triagem, geralmente, com os homologadores do sindicato. Esse atendimento prévio filtra os casos que realmente precisam passar pelo advogado; isso porque, nas causas trabalhistas, o jurídico é acionado quando não há como resolver a questão extrajudicialmente.

“O sindicato tenta de todas as formas solucionar o problema de forma administrativa, extrajudicialmente, para evitar a demora e burocracia do Poder Judiciário. Quando os trabalhadores vêm para o setor jurídico é porque já tentaram resolver de todas as formas com acordos e conversas. Essa procura se dá, principalmente, quando a empresa se nega a pagar os direitos do trabalhador, e há divergência entre as partes. A maioria dos trabalhadores que nos procura já tentou resolver extrajudicialmente. Diante deste impasse, ingressamos com uma ação judicial”, esclareceu o advogado Marco Aurélio Carneiro.

O presidente do Sindehotéis, Luiz Henrique Pereira da Silva, pontuou a importância da assessoria jurídica aos trabalhadores da categoria. “É um serviço muito útil aos nossos companheiros, que algumas vezes se deparam com injustiças, principalmente, nas questões trabalhistas. É bom que eles tenham conhecimento que o sindicato tem profissionais qualificados para ajudá-los, caso precisem”, frisou.

Para maiores informações ou esclarecimentos, o trabalhador pode entrar em contato com o Sindehotéis através dos telefones: 3246-2739/3190-2932, ou ainda pelo whatsapp 98341-0048.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *