Sindehotéis – MA fortalece a luta contra os vírus Zika e Chykungunya

755f91c6-c2a3-4b70-a3ca-5e0b0aeddda3

Fortalecendo o combate às endemias e ações voltadas para a prevenção de doenças, a direção do Sindehotéis-MA – gestão “Fortalecendo a Luta”, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), promoveu nos dias 6 e 7 de abril, um ciclo de palestras sobre as formas de prevenção dos vírus Zika e Chykungunya no ambiente de trabalho.

Quem ministrou a palestra foi o agente de endemias Arlindo dos Santos, acompanhado das técnicas Francisca Maria e Maria Iris da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS). Cerca de 100 trabalhadores da Empresa Masan Alimentos participaram da palestra e puderam tirar dúvidas em relação aos sintomas, as causas e as formas de prevenção do vírus.

Durante a palestra, o presidente do Sindehotéis-MA, Luiz Henrique explanou alguns quesitos acerca da prevenção do vírus no ambiente de trabalho, além de frisar a importância da palestra no que tange o fortalecimento no combate as endemias.

c0cab9ad-9c22-41f0-9d74-c60130ba9ae1

“Diante do cenário de epidemia que se encontra o Brasil é importante realizar um evento de conscientização para a classe trabalhadora. Essa ampliação de conhecimento sobre as formas de prevenção do vírus pode evitar doenças futuras. Agradeço aos agentes de Endemias da Secretaria de Saúde que se dispuseram a ministrar essa palestra de grande valia aos nossos trabalhadores”, destacou o presidente.

Informações complementares sobre os vírus 

Chykungunya

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não é possível ter chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida.

Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus CHIKV ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

Zika

Cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos.

Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. No geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. No entanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves e atípicas são raras, mas quando ocorrem podem, excepcionalmente, evoluir para óbito, como identificado no mês de novembro de 2015, pela primeira vez na história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *